Saiba quem são os criadores dos personagens da Kriô Comics

A jornalista Edna Pessanha atua no segmento de arte e cultura desde 2003, seu contato com as diversas manifestações culturais de todo o país, fez com que ela tivesse a ideia de criar um super-herói além de outros personagens para histórias em quadrinhos identificados com o Brasil e com o brasileiro, assim começou a ser concebido o super-herói Mano K.

O roteirista Jean Canesqui ajudou a dar nome ao personagem, além de escrever o roteiro e criar seu universo, e o ilustrador Matheus Antunes Andrade deu vida ao Mano K e a todos os demais personagens desta HQ. A cor ficou por conta do Matheus e de Pri Alanis.

Neste primeiro número iremos conhecer o surgimento do Mano K. Após, será lançado o segundo número onde o super-herói aparece efetivamente, em conjunto será escrito um roteiro do Mano K para cinema.

Fazendo parte do universo do Mano K, a heroína Radiante terá em 2019 sua própria HQ. Também será escrito um roteiro para cinema desta personagem.

O roteirista Jean Canesqui é um profundo conhecedor do segmento de histórias em quadrinhos, possui bacharelado em Rádio e TV pela Universidade de São Paulo, com especialização em teledramaturgia, foi roteirista do seriado “Trio Terrível do Brás”, projeto participante do Núcleo Criativo (Prodav 03/2013) pela produtora Miração Filmes. Avaliador de Roteiros Cinematográficos na produtora O2 Filmes. Teve o conto “Simbiose” selecionado e publicado na coletânea FCdoB – Ficção Científica do Brasil, pela Tarja Editorial. Publicou o conto “O vampiro de Esperma” em Visões de São Paulo – ensaios urbanos, pela editora Tarja Editorial. Editou e escreveu roteiros para o álbum coletivo de histórias em quadrinhos Front. Editou e escreveu roteiros para a revista Kaos! Por esse trabalho foi indicado para o prêmio de Melhor Roteirista da HQ Mix, concedido pela Associação dos Cartunistas do Brasil. Foi também monitor de aulas de teledramaturgia à distância, estagiário de produção na produtora Confeitaria de Cinema Ltda, estagiário de produção nos programas do Ratinho e Show do Milhão no SBT, monitor de educação e rádio – USP e Prefeitura de São Paulo, estagiário de produção na Rádio USP, e produtor do programa Radio Rock, na Rádio Atividade FM.

O ilustrador Matheus Antunes Andrade está em seu primeiro projeto, é um principiante no universo dos quadrinhos, mas a qualidade de suas ilustrações é equivalente a de um profissional com vasta experiência. Ávido para contar histórias fantásticas, é formado em desenho industrial e engenharia civil, duas qualificações que não saciaram sua alma, na qual descobriu na ilustração um caminho doce e prazeroso.

Matheus iniciou seus estudos de desenho na escola Kinoene Arts em São José dos Campos, juntamente com João Raulex, Diego Machuca e Suzanne Cascardicom, Matheus os considera amigos e gurus, pois mais do que ensinamentos técnicos, foram suas lições que permitiram à ele sua remissão espiritual.

Buscando aprimoramento na Quanta Academia de Artes, em São Paulo, Matheus teve como professor o artista Felipe Watanabe, que graças à alguns puxões de orelha carinhosos e pontuais, permitiu à este esforçado aluno fazer esta e tantas outras histórias, além de futuros projetos.

Matheus Antunes Andrade não deixa de citar também o workshop que teve o prazer de fazer com o escritor Felipe Castilho, que com seu preceito clareou e expandiu seus horizontes. “Estudo há mais de um ano e meio, e nunca participei de um projeto de qualquer magnitude, venho através deste projeto com toda humildade conseguir meu lugar ao sol”. Diz.

A colorista Pri Alanis nasceu em Mogi das Cruzes, em São Paulo, no ano de 1985. Formou-se em design de moda, mas nunca trabalhou na indústria. Apaixonada por desenho e histórias em quadrinhos, iniciou carreira no ano de 2007 como ilustradora e retratista, atingindo clientes em vários estados do país. Em 2014 ingressou no mercado de quadrinhos como flatter (Assistente de Cor), tendo a oportunidade de auxiliar vários coloristas em títulos como: The Shadow, Doc Savage, Justice Inc, Twilight Zone, X-Files, Desafiadores do Destino, entre outros.

Atualmente permanece trabalhando como ilustradora, flatter (auxiliando coloristas que trabalham para editoras nacionais e internacionais), e agora estreando como colorista de HQ na primeira edição de Mano K.

Além de Mano K e Radiante, a Kriô Comics tem outros personagens aguardando para serem lançados. Mano K é o primeiro título de vários projetos que serão desenvolvidos por este time, que está afinadíssimo para ajudar a incrementar o mercado brasileiro de  quadrinhos independentes.

Parte do valor de capa das revistas editadas pela Kriô Comics será destinado para a Associação Educacional e Assistencial Casa do Zezinho, que oferece educação complementar, arte, cultura e oficinas de capacitação profissional para crianças e jovens que vivem em situação de alta vulnerabilidade social, localizada no Parque Maria Helena, zona sul de São Paulo.

Clique para comprar :  Aqui

 

Por: Edna Pessanha

Siga-nos: